Notícias do TST

null Saúde ocular: fique atento para os cuidados com seus olhos

OMS estima que cerca de 1,3 bilhão de pessoas vivem atualmente com alguma forma de deficiência visual no mundo

14/07/2022 - Muitas pessoas se lembram de fazer exercícios físicos regularmente e alimentar-se de maneira balanceada, mas se esquecem de dar atenção a outro órgão: os olhos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, atualmente, cerca de 1,3 bilhão de pessoas vivem com alguma deficiência visual no planeta. Entre as causas mais comuns, estão doenças que poderiam ter sido tratadas, como catarata, defeitos refrativos, retinopatia diabética, cegueira infantil, glaucoma, oncocercose e tracoma.

A exposição prolongada às telas, seja de computador, celular ou televisão, pode piorar doenças já existentes ou mesmo resultar na chamada Síndrome de Visão de Computador.

Segundo a secretária de saúde do Tribunal, Esterlina de Araújo, as pessoas devem ficar atentas a sintomas como dor de cabeça, ardor nos olhos ou sensação de queimação, visão embaçada ou borrada, sensação de olho seco, tontura e vermelhidão nos olhos. 

“As telas que emitem a luz azul interferem na visão e podem provocar, inclusive, alterações de sono. As pessoas devem fazer pausas periódicas ao utilizar esses equipamentos”, enfatizou a secretária de saúde.

Pausa no trabalho

No TST, a pausa para descanso é uma preocupação do órgão e é institucionalizada desde 2015 com a aprovação do Ato SESAUD.GDGSET nº 546 que prevê 10 minutos de descanso a cada 90 minutos de trabalho. “O ideal é levantar, ir ao banheiro, beber uma água. E não é para pegar o celular nesse intervalo, já que assim, a pausa não faz sentido para dar descanso ao corpo e aos olhos”, alerta Esterlina de Araújo.

Ainda de acordo com a secretária de saúde, apenas fechar os olhos por alguns momentos ao longo do dia não serve como pausa efetiva para os olhos, é preciso focar em objetos mais distantes de forma a trabalhar outros músculos.

Programa

O TST em Movimento também atua para garantir a saúde dos olhos. Segundo a fisioterapeuta, Cecília de Falco, a própria orientação ergonômica oferecida pelo programa ajuda servidores, prestadores de serviços, estagiários e menores aprendizes a prevenir várias doenças. “A altura e a distância da tela são determinadas para promover maior conforto visual. A altura da tela alinhada à linha de visão é essencial para que a pálpebra possa recobrir mais os olhos, diminuindo assim o ressecamento”, destacou.

A profissional lembrou ainda que, quando estamos diante de telas, acabamos piscando menos e, assim, não damos tempo suficiente para a lubrificação da região de forma adequada. 

Ginástica laboral

O TST em Movimento também tem direcionado algumas aulas do TST em Movimento para a saúde dos olhos. Normalmente a série de exercícios envolve um objeto, como uma pequena bola, por exemplo. Várias situações são criadas a partir daí, com aproximação e afastamento desse item com o olhar sempre acompanhando os movimentos.

Quer melhorar sua estação de trabalho para a saúde ocular? Além de agendar sua orientação ergonômica pelo e-mail tstemovimento@tst.jus.br, você deve ajustar a luminosidade e o contraste das telas que você usa no seu dia a dia.

Prevenção

Lotada na Coordenadoria de Desenvolvimento de Pessoas (Cdep), a servidora Cláudia Pereira Nardelli faz questão de participar das aulas de ginástica laboral e de fazer pausas ao longo da jornada de trabalho para descansar o corpo e a visão.

Ela conta que no trabalho remoto teve que usar muitas telas por períodos prolongados. “Depois da pandemia, que a gente teve um excesso de uso de celular, computador, tablet, eu tive um agravamento na minha vista e passei a precisar de óculos para ler. Eu agora não uso computador e nem tablet em casa, uso muito pouco o celular, só mesmo para conversar com a família e amigos mais chegados”, contou.

Crianças

A secretária de saúde alerta também que crianças com menos de 5 anos de idade ainda não estão com o sistema nervoso central totalmente formado. Assim, as imagens transmitidas pelas telas são vistas pelos olhos dos pequenos com um movimento veloz não captado pelos olhos de uma pessoa adulta. 

Expor as crianças ao uso prolongado de telas pode resultar em atrasos de fala e no desenvolvimento psicomotor, dependência emocional, além de poder gerar convulsões em crianças pré-dispostas. 

infográfico com dicas para manter a saúde ocular

Gostou das dicas? Baixe seu arquivo e cole na sua estação de trabalho para seguir todas as recomendações.

(Juliane Sacerdote/TG)

Leia mais:

Servidores aprendem a descansar o olhar e fazer pausas durante expediente

Ato assinado pela Presidência TST disciplina a pausa para descanso durante a jornada de trabalho

Média (0 Votos)

Rodapé - Responsabilidade - SECOM


Conteúdo de Responsabilidade da
SECOM - Secretaria de Comunicação
Email: secom@tst.jus.br
Telefone: (61) 3043-4907