Página Principal - Menu Lateral Esquerdo

Página Principal

CADI / ASDIN

Boas-práticas em Acessibilidade

Recursos Disponíveis

Notícias

Legislação

Estatística

Dicas

Rede de Acessibilidade

Ações Implementadas

Fale Conosco

Notícias Internas

null TST conclui inclusão de Libras em todas as sessões de julgamento

Desde quarta (5), as oito Turmas do Tribunal passaram a contar com recurso

6/10/2022 – O Tribunal Superior do Trabalho (TST) concluiu, nesta quarta-feira (5), o programa de inclusão e acessibilidade em todas as sessões de julgamento. As oito Turmas da Corte passaram a ter interpretação simultânea em Língua Brasileira de Sinais (Libras) em suas transmissões pelo canal oficial do TST no YouTube.

“A inclusão é uma das bandeiras da gestão. Queremos que toda a sociedade tenha acesso às decisões proferidas pelo Tribunal da Justiça Social”, afirma o presidente do TST, ministro Emmanoel Pereira.

O projeto teve início em maio, nas sessões do Órgão Especial, da Seção Especializada em Dissídios Coletivos, do Tribunal Pleno, do Conselho Superior da Justiça do Trabalho e da Subseção II Especializada em Dissídios Individuais 2. Em junho, o recurso passou a estar presente também na Subseção I Especializada em Dissídios Individuais. A extensão da medida às Turmas é a última etapa.

A iniciativa atende ao Ato Conjunto TST.GP. CPAI 119, assinado em março, e à Resolução 401/2021 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dispõe sobre o desenvolvimento de diretrizes de acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência nos órgãos do Poder Judiciário.

Acessibilidade

O TST oferece, ainda, interpretação em Libras em todas as reportagens e programas de televisão produzidos pela Secretaria de Comunicação Social e publicados no canal do TST no YouTube.

A plataforma oferece também o recurso de legendas, que pode ser ativado pelo próprio usuário no player do vídeo. As legendas geradas automaticamente pelo YouTube são corrigidas e adaptadas no TST.

(CRTV/Secom)

Rodapé das Páginas do ASDIN