Simpósio de Setembro Amarelo em Pernambuco debate saúde mental do trabalhador

(03/09/2019)

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas, indicando que a prevenção é fundamental para reverter essa situação. No mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos e 32 brasileiros se suicidam diariamente devido a transtornos mentais. Os números são muito maiores, pois há subnotificação.

Para conscientizar, estimular o diálogo e mudar essa realidade, o Grupo Interinstitucional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Getrin6), promove, nesta terça-feira (3), o seminário “Trabalho e sofrimento psíquico: vidas em risco”, evento integrado ao Setembro Amarelo – campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. O seminário acontece no auditório da Superintendência Regional do Trabalho (SRTb/PE), no bairro do Espinheiro, Recife, reunindo mais de 150 participantes de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Após a abertura oficial pela gestora regional do Programa Trabalho Seguro, a juíza do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE) Ana Freitas, o juiz do Tribunal de Justiça (TJPE) Élio Braz Mendes falou sobre o “Custo emocional do ato de decidir: aspectos psicopatológicos da decisão judicial”, demonstrando os fatores psicológicos e emocionais que afetam cotidianamente a vida profissional dos magistrados.

Na sequência, os participantes prestigiaram as explanações “A tentativa de suicídio no estado de Pernambuco na perspectiva da Vigilância de Violências”, com a enfermeira da Vigilância de Violências, da Secretaria Estadual de Saúde, Renata Vieira de Souza Amaral; e “Os riscos da rotina desgastante na vida do médico”, com a presidente do Sindicato dos Médicos (Simepe), Cláudia Beatriz Câmara de Andrade Silva.

À tarde, o evento continua com as palestras “Organização do Trabalho da Enfermagem”, com a coordenadora da Comissão Nacional de Enfermagem em Saúde Mental, Dorisdaia Carvalho; “Situação epidemiológica das violências autoprovocadas e suicídio”, com a chefe da Divisão de Doenças Não Transmissíveis da Prefeitura do Recife, Cláudia Castro; “O papel do CVV ante o contexto da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, com o coordenador do Centro de Valorização da Vida Recife, Josemir Silva; e “Entre a realização e o sofrimento psíquico”, com a juíza do TRT Luciana Paula Conforti.

Prestigiam o evento a presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho (AmatraVI), juíza Laura Cavalcanti Botelho; a procuradora do Ministério Público do Trabalho Gabriela Maciel; o auditor fiscal do Trabalho da SRTb/PE Edson Cantarelli; o coordenador de Política de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador de Olinda, Admilson Ramos; e os coordenadores técnicos da Fundacentro/PE Luiz Antônio Melo e Hélio Lopes.

Confira aqui mais fotos do evento.

Fonte: TRT da 6ª Região (PE)