Outras Notícias Outras Notícias

Voltar

TST lembra centenário de integrante da comissão que elaborou a CLT

(Seg, 10 Jul 2017 19:31:00)

Para marcar o centenário do jurista Arnaldo Sussekind, no dia 9 de julho, o Tribunal Superior do Trabalho inaugurou uma placa em homenagem ao magistrado no jardim da corte. Curiosamente, a data marca o início e fim da vida do jurista que foi ministro do TST e um dos integrantes da comissão que elaborou a Consolidação das Leis do Trabalho. 

Carioca, alegre e amigável, Sussekind é lembrado não só pelo jeito solto, mas principalmente pelo comprometimento com o trabalho. Formado em direito pela Universidade do Brasil, dedicou quase a vida inteira à causa trabalhista. 

A atuação dele na Justiça do Trabalho começou em 1938, no Rio de Janeiro, quando ingressou como escriturário no então Conselho Nacional do Trabalho, órgão que antecedeu o TST. Depois foi promovido a assistente jurídico. E, em 1942, com 24 anos, após indicação do então presidente Getúlio Vargas, compôs a comissão que elaborou a CLT, promulgada um ano depois, em 1943. 

O presidente do TST, ministro Ives Gandra Martins Filho, que teve a oportunidade de conhecê-lo, falou da importância da contribuição de Süssekind no momento que representou um marco na história do país. “Ele é um dos cinco feitores da CLT e o que sobreviveu mais tempo para depois contar a história e dar a sua interpretação autêntica. Tive a sorte de entrevistá-lo pelo menos duas vezes para obter muito dessa informação que ele via da CLT quando escrevia a história do Ministério Público do Trabalho e uma da Justiça do Trabalho. E nós víamos no ministro Arnaldo Süssekind quase que um ícone, uma representação paradigma da Justiça do Trabalho”.

A trajetória do jurista não parou por aí. No período marcado pelos governos dos presidentes Raniere Mazilli e Castelo Branco, foi procurador-geral da Justiça do Trabalho, ministro da Agricultura e ministro do Trabalho. Chegou ao TST em 1965, onde permaneceu como ministro até 1971. 

Süssekind ficou eternizado como referência na área do direito trabalhista. Em homenagem ao legado atribuído a ele, o plenário da corte recebeu o seu nome. E em outubro de 2012, as cinzas do ministro foram espalhadas no jardim do TST.

 
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Rádio e TV
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4264
crtv@tst.jus.br



Conteúdo de Responsabilidade da SECOM  Secretaria de Comunicação Social

Email: secom@tst.jus.br

Telefone: (61) 3043-4907