O que é? O que é?

Como funciona, vantagens

 

O Processo Judicial Eletrônico do Tribunal Superior do Trabalho, regulado pelo Ato SEJUD.GP 342/2010, alterado pelos Atos SEJUD.GP 415 e 559/2010, é resultado da informatização do processo judicial no âmbito desta Corte Superior e abrange todas as etapas do trâmite processual, desde a remessa dos autos pelos Tribunais Regionais até a resolução do processo no TST.
 
Desde a implantação do Processo Judicial Eletrônico do TST, até o início de 2012, foram recebidos eletronicamente pelo TST cerca de 233 mil processos, gerando significativa redução de custos no transporte dos processos.
 
Com a virtualização do processo judicial no TST, o jurisdicionado, além de poder acompanhar toda a tramitação processual pela internet, também passou a ter acesso à íntegra, através de seu representante legal, de todas as peças do processo em formato digital (PDF). 
 
O processo eletrônico, além de agilizar e dar maior segurança e confiabilidade ao trâmite processual, propicia economia anual da ordem de R$ 11 milhões, entre despesas com armazenamento, transporte, correios, mão de obra terceirizada, mensageiros, papéis e outros materiais diretamente relacionados à existência de processos físicos.


Conteúdo de Responsabilidade da CPE - Coordenadoria de Processo Eletrônico

Email: cpe@tst.jus.br

Telefone: 3043-7283