MINISTRO

IVES GANDRA DA SILVA MARTINS FILHO

"Para mim, a atividade correicional é muito mais uma atividade de aconselhamento, de prevenção, do que de efetiva correção. Não tem, não deve ter tanto, um perfil de ir aos Tribunais ver o que está errado e ir apontando erros, mas conseguir harmonizar as relações entre os membros dos Tribunais, entre os membros da magistratura na região.
Uma das coisas que mais me preocupou em todas as correições foi sempre verificar as condições ambientais de trabalho em cada um dos Tribunais, principalmente as condições de convivência entre os desembargadores(...) Eu, como Corregedor, acabei fazendo a fama de ser muito exigente na cobrança do desempenho, de um desempenho melhor de todas as Regiões, mas também procurei fornecer, aparelhar, instrumentar cada uma das Regiões através de sugestões, de encaminhamento de projetos de lei ou de reorganização de recursos humanos."

 

Vídeo
 
Transcrição