Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Retornar para página inteira

Vara do Trabalho de Luziânia (GO) é piloto de programa de gestão de mudanças



 

A Vara do Trabalho de Luziânia (GO) foi escolhida para a implantação do Programa de Gestão de Mudança, desenvolvido pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e que tem o objetivo de criar um ambiente receptivo aos processos de mudança no âmbito do Judiciário Trabalhista, especialmente os relacionados à implantação do processo judicial eletrônico PJe-JT.

O primeiro encontro para tratar do assunto foi realizado esta semana e contou com a presença da presidente do TRT Goiás, desembargadora Elza Silveira e dos juízes Luciano Crispim, coordenador da EJ, Thaís Gondim, supervisora do projeto, e Rosana Padovani, titular da vara do trabalho, além dos servidores da unidade. O propósito da reunião foi apresentar ao Tribunal as razões que motivaram a implantação do Programa e fazer uma apresentação geral dos objetivos e sugestões de ação a serem implementados. Com base nos resultados obtidos em Luziânia, as ações serão disseminadas nos 24 regionais trabalhistas.

Segundo a juíza Thaís Gondim, o gestor desempenha papel fundamental na criação de um ambiente favorável às transformações e tem o poder de contagiar positivamente a equipe. Para isso, é importante que sejam implantados cursos de capacitação que contemplem princípios de gestão de mudança. A presidente do Tribunal lembrou que cada pessoa tem um tempo para responder ao processo de mudança e esse tempo deve ser respeitado, uma vez que o assunto envolve também a cultura organizacional de cada TRT.

No final da reunião, os servidores da VT de Luziânia responderam a um questionário sobre satisfação e expectativas com relação ao PJe-JT. A pesquisa será estendida a todas as unidades que já utilizam o PJe e o resultado servirá para definir as ações a serem desenvolvidas.

Também participaram do encontro as servidoras do CSJT Ana Claudia Mendonça, coordenadora de Gestão de Pessoas, e Vivian Lopes, da Gestão Estratégica. Do TRT compareceram os servidores Ana Beatriz Pereira, diretora da SGPe, Cássia Kafuri, diretora da SPG, Antônio César Cordeiro, servidor da SGJ, Márcia Bueno, chefe do NCS, e Francisco Mendes, da STI.

(Com informações do TRT18)

Inscrição no Canal Youtube do TST