Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Retornar para página inteira

Tribunal Pleno do TST indica ministra Peduzzi para o CNJ



 

O Tribunal Pleno do Tribunal Superior do Trabalho indicou ontem (27) o nome da vice-presidente do TST, ministra Maria Cristina Irigoyen Peduzzi, para representar a Corte no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em substituição ao ministro Carlos Alberto Reis de Paula, que será empossado no cargo de presidente do Tribunal na terça-feira (05).

Conforme estabelece a Constituição Federal, o nome da ministra será submetido à aprovação pelo Senado Federal.  E, caso seja aprovado, será apresentado à Presidência da República, para confirmação da escolha pela presidente Dilma Rousseff.

A eleição do nome da Ministra Peduzzi, por sugestão do ministro presidente do TST, João Oreste Dalazen, se deu por aclamação e unanimidade, fugindo à regra prevista no Regimento Interno de escolha através de voto secreto. A sugestão do presidente foi aprovada à unanimidade pelos ministros que compõem o Tribunal Pleno.

Biografia

Maria Cristina Peduzzi nasceu em 21 de dezembro de 1952. Concluiu o curso de Direito, iniciado na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na Universidade de Brasília, em 1975. É Mestre em "Direito, Estado e Constituição" pela Universidade de Brasília. Advogada, com atuação perante os Tribunais Superiores, de 1975 até sua posse como ministra do Tribunal Superior do Trabalho, ocorrida em 21 de junho de 2001.

Foi procuradora da República (1984), procuradora do Trabalho (1992) e professora universitária em cursos de graduação e pós-graduação. Presidente da Academia Nacional de Direito do Trabalho de 2002 a 2005. É articulista, conferencista em inúmeros congressos jurídicos, além de autora de diversos livros e publicações.

Foi membro do Conselho Consultivo da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho – ENAMAT, biênios 2005/2007 e 2008/2009.

Após ter ocupado a presidência da 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, integra a SDI-1, o Órgão Especial e o Conselho Superior da Justiça do Trabalho. Desde o dia 2 de março de 2011, ocupa o cargo de vice-presidente do TST, tendo sido eleita para o biênio 2011/2013.

(Dirceu Arcoverde/AF)

Inscrição no Canal Youtube do TST