Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Retornar para página inteira

Justiça do Trabalho cede sistema de gestão de pessoas ao Tribunal de Justiça do AM



O TJ vai implantar o sistema em sua jurisdição e contribuir para o seu desenvolvimento.

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro Brito Pereira, assinou, nesta quarta-feira (29), o acordo de cooperação técnica para a cessão ao Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas do código-fonte do Sistema Integrado de Gestão de Pessoas da Justiça do Trabalho (SIGEP-JT). O objetivo é que o TJAM possa implantar o sistema em sua jurisdição e contribuir para a sua evolução tecnológica.

Transparência

Criado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e implantado no âmbito da Justiça do Trabalho por meio de cooperação técnica, o SIGEP, segundo o ministro, auxilia a gestão de pessoas em todos os aspectos. “Contribui para a transparência dos dados dos servidores e possibilita que o gestor possa, a qualquer momento, ter acesso às informações funcionais do servidor, como lotação, remuneração, licenças”, afirmou o ministro. “O Tribunal de Justiça do Amazonas terá acesso a todas as funcionalidades do sistema, o que significa qualidade na gestão de pessoas, com agilidade e uniformização de procedimentos”.    

Capacitação 

O acordo prevê que o Tribunal de Justiça capacite pessoal e ceda mão de obra para o desenvolvimento do SIGEP. Dois servidores do TJAM estão no CSJT para essa finalidade. “O acordo é contrapartida a essa mão de obra qualificada que o Tribunal de Justiça oferece”, afirmou o ministro Brito Pereira. Ele parabenizou o entusiasmo da equipe do TJAM que prepara, há mais de 30 dias, o ambiente virtual para instalar o código-fonte. “É uma grande satisfação contribuir para o Poder Judiciário do Estado do Amazonas”, concluiu.

Eficiência

Para o presidente do TJAM, desembargador Yedo Simões de Oliveira, a adoção do SIGEP “agrega muito à gestão de pessoas, tornando-a mais eficiente e eficaz”.  Segundo ele, a ferramenta também possibilita mais transparência e segurança no armazenamento dos dados funcionais e reduz o tempo de tramitação dos processos administrativos.

Também participa do acordo o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP), que desenvolve o SIGEP-JT em parceria com o CSJT.

(GS e GL/GR/CF)

Inscrição no Canal Youtube do TST