Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Retornar para página inteira

Ministro Fernando Eizo Ono anuncia aposentadoria



O ministro Fernando Eizo Ono, do Tribunal Superior do Trabalho, anunciou, nesta segunda-feira (19), que vai se aposentar em março de 2018. Em sua última participação na Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC), o ministro disse que, depois de 37 anos de dedicação exclusiva à magistratura trabalhista, dentre os quais dez no TST, “chegou a hora de parar e dar lugar a um sangue novo para continuar esse importante trabalho”.

O motivo da aposentadoria, segundo o ministro, está relacionado aos problemas de saúde que, em 2015, o levaram a um afastamento de quase dois anos para o tratamento de câncer. “Sempre priorizei o trabalho acima de todas as coisas, mas, depois do susto e de ser submetido a uma delicada intervenção cirúrgica, cheguei à conclusão, discutindo com todos os familiares, de que a hora é de, depois de recuperado do susto, inverter essa prioridade, não mais o trabalho acima de tudo, mas sim a preservação da saúde. Estou bem”, afirmou.

O ministro Aloysio Corrêa da Veiga, em sua primeira sessão na SDC, recordou suas atividades junto com o ministro Eizo Ono, desde quando eram desembargadores convocados pelo TST, e disse que a vinda do colega para o Tribunal e sua atuação nesses dez anos foram um diferencial no TST. O subprocurador-geral do Trabalho Luiz da Silva Flores, em nome do Ministério Público do Trabalho, destacou Eizo Ono como defensor tenaz dos direitos sociais trabalhistas.

(Guilherme Santos/CF. Foto: Giovanna Bembom)

Inscrição no Canal Youtube do TST