Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Retornar para página inteira

Parceria permitirá comunicação entre PJe da Justiça do Trabalho e MPT digital



O presidente do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro Ives Gandra Martins Filho, e o procurador geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, firmaram nesta sexta-feira (17) termo de cooperação que vai permitir a interoperabilidade entre o Sistema de Processo Judicial eletrônico (PJe) da Justiça do Trabalho e o Sistema MPT Digital. A parceria vai dar mais celeridade à tramitação processual e contempla uma das fases da extensão da implantação do PJe no TST.

"Muitos dos processos que tramitam no TST também passam pelo Ministério Público do Trabalho, e este termo de cooperação fará com que nossos sistemas conversem”, afirmou Ives Gandra Filho. “Com isso, o sonho de ver a implementação completa do PJe se tornará concreto, inclusive com a participação do MPT”.

Para Ronaldo Fleury, a parceria também trará benefícios para a sociedade. “Este acordo muda radicalmente a forma com que o MPT conversa com o TST”, assinalou. “Os procuradores não terão que acessar dois sistemas diferenciados, e com isso ganhamos agilidade no trâmite processual, mais rapidez e otimizamos a mão de obra, tornando o serviço menos oneroso, o que impacta diretamente na sociedade”.

O desenvolvimento para a comunicação dos sistemas deve ser concluído até o fim do ano e terá impacto no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho, Tribunais Regionais do Trabalho e das Procuradorias Regionais do Trabalho.

(Com informações do CSJT. Foto: Aldo Dias)

Inscrição no Canal Youtube do TST