Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Retornar para página inteira

Presidente do TST participa como conferencista do Projeto Grandes Mestres em Mogi das Cruzes (SP)

(Sex 18 de Set 2015 19:00:00)

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Antonio José de Barros Levenhagen, participou hoje (18) como conferencista do Projeto Grandes Mestres. O evento do Instituto Justiça e Cidadania, em parceria com a Sociedade Educacional Braz Cubas, tem como proposta levar importantes e destacadas personalidades do direito para debater junto a acadêmicos temas controversos e atuais, por meio da promoção de ciclo de palestras na instituição.

Durante o evento, que acontece em Mogi das Cruzes (SP), o ministro abordou aspectos referentes à relevância Institucional do TST e destacou os avanços obtidos com o Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho – Pje-JT.

Em seu pronunciamento o ministro Levenhagen lembrou que, ao assumir a Presidência do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, determinou que fosse realizado pela Coordenação Nacional do Sistema Nacional do PJe-JT um planejamento cauteloso e prudente de implantação do sistema, focado na estabilidade e segurança do sistema já implementado, assim como nas novas funcionalidades e melhorias daquelas já existentes. 

Levenhagen lembrou que o sistema, conta hoje em sua base de dados com mais de quatro milhões e quinhentos mil processos trabalhistas em trâmite, sendo acessado por cerca de quatro mil e quinhentos magistrados, aproximadamente trinta e oito mil servidores e mais de setecentos mil advogados cadastrados em primeiro e segundo graus de jurisdição. Para o ministro, a realização e consolidação do PJe-JT não seria possível "sem a inestimável parceria dos Tribunais Regionais do Trabalho e de seus magistrados e servidores, que vêm diuturnamente dando valiosas contribuições para a consecução das diversas etapas do sistema".

Outro fator destacado pelo ministro e que tem recebido tratamento especial é o de propiciar a acessibilidade dos deficientes visuais ao Sistema PJe-JT. Atualmente o sistema já permite, por exemplo, que usuários portadores de deficiência visual possam navegar no sistema por meio do teclado do computador, realizando consultas processuais, encaminhando documentos, preparando despachos e decisões, etc.Levenhagen recebe homenagem das mãos da diretora Tatiana Zubakin

Ao final assinalou que a implantação e o desenvolvimento do Sistema PJe-JT com regularidade e segurança nas Varas e nos Tribunais Regionais do Trabalho "é um compromisso que visa alcançar o propósito de integração de todas as instâncias trabalhistas por um único sistema eletrônico de tramitação processual", visando a celeridade processual, economia de recursos, e preservação ambiental, sem descuidar da qualidade das decisões dos Magistrados do Trabalho.  (Secom-TST/Imagens: divulgação)                                    

                                             Levenhagen recebeu das mãos de Silmara Faro placa comemorativa do evento.